Amortecimento e aproveitamento da água da chuva

Aproveite a água da chuva para a sua economia e para a economia do planeta.

Para terrenos com área superior a 600m² é obrigatório a utilização de amortecimento da água da chuva, podendo ter em seu projeto apenas o reservatório para melhor amortecimento no solo ou incluir além do amortecimento o aproveitamento da água para irrigações , vasos sanitários, lavagem de pisos, carros, fachadas, etc. Nosso sistema é indicado tanto para residências, como para condomínios, empreendimentos, etc.

Solicite agora mesmo um orçamento!

A LEI COMPLEMENTAR Nº 929/2017, que dispõe sobre dispositivos de captação de águas pluviais para fins de retenção, aproveitamento e recarga artificial de aquíferos em unidades imobiliárias e empreendimentos localizados no Distrito Federal, exige para as licenças de obras iniciais de edificação ou os alvarás de construção para lotes ou projeções, com área igual ou superior a 600 metros quadrados, públicos ou privados, à previsão de instalação de dispositivos de recarga artificial e de retenção de águas pluviais.

Para o licenciamento da obra ou a emissão do alvará de construção, é necessária a apresentação do projeto específico, aprovado na NOVACAP, do registro de Responsabilidade técnica e do laudo de sondagem e do ensaio de permeabilidade do solo, quando se tratar de sistema de recarga artificial.

Essa Lei além de possibilitar recarga artificial de aquíferos contribui para evitar inundações, erosões e enchentes.

Temos competência e experiência no atendimento desta Lei. Solicite agora mesmo um orçamento.

A RESOLUÇÃO Nº 03/2019 – ADASA - Estabelece diretrizes para implantação e operação de sistemas prediais de aproveitamento de águas pluviais em edificações residenciais, tais como: 

- O sistema predial de água não potável deve ser dimensionado e projetado por

Profissional habilitado, com formação em nível superior, com atribuição de elaborar e assumir responsabilidade técnica sobre projetos, execução de instalações, ensaios e outras atividades;

- O profissional habilitado deve elaborar e fornecer ao Gestor do sistema predial de água não pluvial um manual técnico contendo instruções de uso, operação e manutenção;

- Usos d’água de chuva com o respectivo padrão de qualidade; 

- A Concessionária de abastecimento de água e de esgotamento sanitário deve proceder à análise do projeto e vistoria de instalações do sistema de água não potável para fins de aprovação e emissão de Carta de Aceite para edificações novas e existentes.

- A ADASA se compromete a encaminhar para a Secretaria de Fazenda do Distrito Federal, anualmente, os dados dos Gestores do sistema predial de água não potável para os fins de concessão dos benefícios previstos na Lei 5.965/2017, que cria o programa IPTU Verde, que dispõe sobre a redução no Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU como incentivo ambiental destinado a proteger, preservar e recuperar o meio ambiente.

© Copyright 2020 – todos os direitos reservados | CONSTRUSANE
Construsane
WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para responder às suas perguntas. Pergunte-nos qualquer coisa!
👋 Oi em que posso ajudar?